Portal Agita Ih!
Corpo e Saúde Estilo de vida

Mês de conscientização e prevenção sobre Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer

  • Especialista da Ápice Medicina Integrada de Sorocaba (SP) comenta que, apesar dessas doenças não terem cura, diagnóstico precoce e tratamento adequado podem garantir qualidade de vida; conheça oito orientações para prevenir esses males.

Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer: o que essas três doenças tão diferentes têm em comum? Apesar de bastante distintas, existe uma característica única entre elas: são patologias crônicas, isto é, não têm cura, mas podem – e devem – ser tratadas e controladas.

Para conscientizar a população a respeito da importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do tratamento adequado dessas condições, surgiu em 2014, na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais, a campanha “Fevereiro Roxo”, tendo como lema: “Se não houver cura, que ao menos haja conforto”.

A médica reumatologista da Ápice Medicina Integrada de Sorocaba (SP), Dra. Melissa Nóbrega, destaca a importância de o diagnóstico ser realizado ainda em estágios iniciais. “Essa campanha é muito relevante, uma vez que, quanto mais rápido forem realizados os exames e obtido o diagnóstico, assim como tão logo seja iniciado o tratamento, maiores serão as chances de retardar o avanço de qualquer uma dessas doenças. O fato de não ter cura, não significa que o paciente não possa ser tratado e ter qualidade de vida”, enfatiza.

Cada uma dessas patologias possui sintomas e tratamentos distintos. Confira:

Lúpus

O que é?

Doença inflamatória sistêmica, em que o sistema imunológico ataca os tecidos saudáveis do organismo, afetando a pele, os rins, o cérebro, as articulações e outros órgãos.

Sintomas

Alguns sintomas mais comuns são: dor nas articulações, manchas na pele, perda de peso, confusão mental, fadiga, febre, sensibilidade à luz solar, queda de cabelo, dentre outros.

Diagnóstico

O diagnóstico é complexo, pois os sintomas variam de um paciente para outro e podem ser confundidos com outras doenças que apresentam os mesmos sinais. Uma combinação de exames laboratoriais e imagem associada à clínica do paciente é utilizada para o reconhecimento do Lúpus.

Tratamento

Por ser uma doença crônica, o tratamento adequado é importante para mantê-la sob controle, evitar complicações graves e ter qualidade de vida. A intervenção é feita com medicamentos, como anti-inflamatórios, imunossupressores, além de protetor solar para as lesões de pele e mudança no estilo de vida. 

Fibromialgia

O que é?

Condição reumatológica de causa desconhecida que afeta, geralmente, mulheres na faixa de 30 a 50 anos de idade e está associado a múltiplos fatores de risco, como por exemplo, personalidade perfeccionista e antecedente familiar de fibromilagia. 

Sintomas

Os sintomas costumam ser: dor generalizada associada a distúrbios do sono, cansaço frequente e problemas de concentração e memória.

Diagnóstico

É detectada clinicamente através da anamnese e exame físico, sendo sempre necessário descartar outras doenças   que podem mimetizar a fibromialgia. 

Tratamento

O tratamento adequado envolve, tanto o uso de medicamentos, quanto a prática de atividade física e psicoterapia. Sendo assim, é possível que o paciente tenha uma grande melhora na qualidade de vida e possa viver sem dores.

Alzheimer

O que é?

O Alzheimer atinge, especialmente, pessoas idosas. Com isso, o quadro clínico, por muitas vezes, é confundido com sintomas normais do avanço da idade e, por este motivo, o diagnóstico é mais difícil.

Sintomas

Os principais sintomas são a falta de coerência na fala e a perda da memória recente, ou seja, o paciente se lembra de fatos que ocorreram no passado, mas não se lembra de coisas que ocorreram recentemente.

Diagnóstico

Para chegar a um diagnóstico de Alzheimer, é usado um método de exclusão, ou seja, é preciso que outras doenças sejam descartadas. Durante esse processo, são realizados exames laboratoriais e avaliação do estado mental, incluindo análise cognitiva.

Tratamento

A doença evolui de forma lenta e gradual, afetando cada vez mais regiões do cérebro. Como as demais doenças combatidas no “Fevereiro Roxo”, o Alzheimer ainda não tem cura, mas possui tratamento medicamentoso, que visa estabilizar a condição do paciente para que possa ter uma vida o mais normal possível.

Dra. Melissa elenca oito orientações para prevenir essas doenças crônicas:

  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Evitar o consumo de bebida alcoólica;
  • Não fumar;
  • Manter a mente sempre ativa, estimulando a cognição;
  • Seguir uma alimentação saudável e regrada;
  • Cuidar da saúde emocional;
  • Ir periodicamente ao médico e realizar todo os exames de rotina.

A Ápice Medicina Integrada fica localizada na Rua Eulália da Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba/SP. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202 ou pelo site: www.apice.med.br.

Related posts

Novas dietas: como escolher a melhor?

Portal Agita Ih

Passo a passo esmaltação de unhas para o carnaval

Portal Agita Ih

Como manter-se hidratado no verão?

Portal Agita Ih

Deixe um comentário

15 + eleven =

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais