Sem categoria

Ymanitu Silva será o primeiro brasileiro a participar de Grand Slam no Tênis em Cadeira de Rodas

Após solicitação da CBT, catarinense teve confirmado o
wildcard para competir em Roland-Garros em junho
Em abril, durante o Roland-Garros Junior Wild Card Series, o presidente da CBT, Rafael Westrupp (D), oficializou o pedido de wildcard para Ymanitu Silva (Foto Marcello Zambrana, Divulgação)
 O tênis em cadeira de rodas do Brasil alcançou mais um feito histórico. O catarinense Ymanitu Silva teve confirmada, por meio de um wildcard, a participação em Roland-Garros, que acontecerá entre 6 e 8 de junho, em Paris. Ele será o primeiro do país a competir em um Grand Slam na categoria. Oitavo colocado do ranking de quads da ITF, o tenista de 36 anos é um dos principais nomes do esporte paralímpico brasileiro. “Tenho um sentimento de gratidão enorme pela CBT, por sempre acreditar em mim, e também a todos os meus patrocinadores, que são muito importantes para que tudo isso aconteça”, enfatiza Ymanitu. “Conseguir essa vaga em Roland-Garros é a realização de um sonho. Ver que todo o trabalho e esforço que sempre tive estão sendo reconhecidos me dá uma alegria muito grande, ainda não caiu a ficha. Ainda mais por se tratar de Roland-Garros, que é um Grand Slam tão charmoso e temos toda a nossa história com o Guga. Sempre sonhei em participar um dia e agora estarei lá. É sensacional poder representar o meu país”, completa.Em abril, durante a realização do Roland-Garros Junior Wild Card Series em Itajaí (SC), o presidente da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), Rafael Westrupp, entregou um ofício para a Federação Francesa de Tênis (FFT) solicitando um convite para o brasileiro.”Fico muito feliz pelo Many e satisfeito que nossos esforços enquanto entidade vêm refletindo em grandiosas conquistas para o nosso esporte. A CBT solicitou este wildcard e e foi atendida pela FFT. Só demonstra que nossas relações internacionais estão cada vez mais fortes. Por isso, agradeço a confiança e generosidade do presidente da FFT, Bernard Giudicelli, com o nosso tenista e com a CBT”, destaca Westrupp.Ymanitu está em Israel, onde participou do Israel Open, torneio preparatório para o Mundial de Tênis em Cadeira de Rodas, que será entre 13 e 18 de maio. O Brasil é um dos dois países que levará à competição representantes em todas as categorias – masculino, feminino, quads e júnior -, o que representa outro feito histórico do país.”É com muita satisfação que recebemos a notícia da confirmação da participação do Ymanitu na chave de quads de Roland Garros, um dos torneios de tênis mais tradicionais do mundo. A presença de um brasileiro no evento reafirma o desenvolvimento da modalidade e valida o trabalho intenso que tem sido feito pela Confederação Brasileira de Tênis, em conjunto ao CPB, para o desenvolvimento da modalidade no país”, comenta Mizael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.
 
A Confederação Brasileira de Tênis tem o patrocínio da Wilson e Peugeot. Apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Ministério do Esporte. Siga tudo sobre a CBT em www.cbtenis.com.brwww.facebook.com/cbtoficialwww.twitter.com/cbteniswww.instagram.com/cbtoficial e www.flickr.com/cbtenis.

Fonte: Wilson

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: