Notícias

Panetone e chocotone produzidos em supermercados podem custar 4 vezes menos que marca líder

Mesmo com variação de preço, supermercadista espera que vendas aumentem 5%

Não importa a preferência, o panetone e o chocotone estão presentes em mais de 50% das casas durante as festas de fim de ano. O consumidor irá se deparar com mais lançamentos e as estimativas de venda são de aumento de 5%.  Diante da oferta ampliada a cada ano, o consumidor nota a diferença nos valores entre os produtos disponíveis. A APAS realizou um levantamento para comparar o valor das principais marcas comercializadas nos supermercados em relação à produção de panificadora própria e a diferença chegou a 75%.

Nos supermercados, os produtos líderes possuem o apelo de uma marca forte, embalagem diferenciada e promoção de vendas por meio de uso de prateleiras mais atraentes. Assim, os preços para panetones de 500g ficam, em média, R$28, podendo chegar a R$35.

Quando analisadas as marcas secundárias, o preço de um mesmo produto de 500 gramas custa cerca de R$17. Já na produção própria dos supermercados (ou terceirizados), os mesmos panetones e chocotones têm preços bem mais competitivos: entre R$7 e R$9.

Esses preços dos panetones e chocotones sofreram aumento quando comparados com o ano passado. Segundo pesquisa mensal da APAS, a projeção é que o produto fique até 5% mais caro quando comparado com 2018. “O principal motivo é a farinha de trigo, que é importada. Com o dólar estabilizado em R$4 desde agosto, o impacto será percebido nas gôndolas até as festas de fim de ano”, explica o economista da APAS, Thiago Berka.

Presente nas lojas desde o final de setembro, os preços dos panetones e chocotones podem subir até 13% em comparação a outubro.  O principal motivo do aumento de preço é justamente a alta procura nas duas últimas semanas do ano, período de maior demanda pelo produto. Curiosamente, a queda dos preços após as festas de final de ano faz o preço cair entre 30% e 40% para evitar o encalhe nas lojas. As vendas deste ano devem aumentar 5% nominalmente no varejo alimentar.

Comparação com lojas especializadas

Esses índices refletem a variedade de preços dentro dos supermercados, porém, se analisarmos lojas especializadas em chocolates e produções artesanais, a diferença é ainda maior. Nesses estabelecimentos, os preços ficam, em média, R$41, mas, algumas categorias podem atingir o valor de até R$112 reais.  

Sobre a APAS – a Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem aproximadamente 1.500 associados, que somam cerca de 4.000 lojas.

Fonte: OS2

MATÉRIAS RELACIONADAS

Nutrição esportiva é fundamental para melhorar o desempenho de atletas

agita2019

Escolas municipais recebem revistas educativas contra o Aedes aegypti

agita2019

Mercadão de Carnes Novilhão chega em Sorocaba

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: