Notícias

HOJE 7/5 É DIA DO OFTALMOLOGISTA

7 de maio – Dia do Oftalmologista

Dr. Márcio Perez, médico oftalmologista mais antigo do BOS, lembra os desafios de tornar realidade o sonho de construir um hospital especializado em visão e lança suas expectativas para o futuro da profissão e da instituição.

“Foi em uma noite fria de outono, no subsolo da Ofebas (Organização Funerária das Entidades Beneficentes Assistenciais de Sorocaba), que falamos, pela primeira vez, sobre o plano de construir um hospital de olhos em Sorocaba. Em princípio, houve um sentimento de descrença, pois seria um desafio colossal transformar uma maquete em realidade. ‘Não temos um local’. ‘Será preciso muito dinheiro’, pensávamos. ‘Vai dar certo’, incentivava o Sr. Pascoal Martinez Munhoz, que, com brilho nos olhos, apontava o projeto e nos encorajava”.

Com essas palavras, ricas em detalhes, o médico oftalmologista Dr. Márcio Perez Dias conta como se tivesse acontecido ontem a reunião, realizada há três décadas, quando nasceu o embrião do Hospital Oftalmológico de Sorocaba (HOS). “Aquela maquete parecia ser uma obra de Júlio Verne”, lembra e ri o especialista que, até hoje, integra a equipe de um dos mais importantes centros de Oftalmologia do mundo.

Nascido em Sorocaba, em 1943, filho do ferroviário Benedito Vitorino Dias, Dr. Márcio Perez graduou-se médico oftalmologista em 1971, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Morou em Curitiba por 10 anos e retornou a Sorocaba com a missão de ser diretor médico do futuro hospital. “Nosso primeiro desafio foi construir o hospital, que, após concluído, nos fez abraçar uma nova meta: fazer transplantes de córneas, pois, naquela época, todas as captações eram enviadas para a capital e precisávamos desse serviço aqui. Dia após dia, vencíamos desafios e éramos apresentados a novas tarefas. A criação do curso de residência médica e especializações foi uma novidade para que pudéssemos também apoiar o desenvolvimento dos oftalmologistas que já atuavam em nossa cidade e região, mas não necessariamente no BOS (Banco de Olhos de Sorocaba)”, conta Dr. Márcio.

O que começou de maneira simples tornou-se um dos mais concorridos cursos de especialização do Brasil. “Antigamente, não existiam tantas especializações. Os oftalmologistas eram generalistas. Receitavam óculos, operavam catarata, retina ou estrabismo. O avanço da ciência e da tecnologia na área criou a necessidade de subdividir as especializações, afinal, é praticamente impossível se aprofundar em tudo”, analisa o médico. “Hoje, cada um escolhe o caminho que deseja seguir e se subespecializa em retina, córnea e diversas outras áreas”, completa.

Uma das diretrizes, responsáveis pelo crescimento do BOS, tanto em qualidade e quantidade de atendimentos, quanto na relevância e procura pelos cursos de especialização, foi o constante investimento em novas tecnologias. “Desde sempre, apostamos na tecnologia. Buscamos ter o que há de mais avançado no mundo da Oftalmologia. Essa filosofia é seguida até hoje, o que atrai muitos médicos para estudar em nossa instituição e também muitos pacientes, que têm à disposição atendimento de ponta, sejam eles cobertos por convênios, particulares, pela clínica popular ou pelo SUS”, enfatiza.

Hoje, com 76 anos, Dr. Márcio é diretor técnico e membro da diretoria do BOS. Em razão da idade, já não atende pacientes, no entanto, faz questão de visitar o hospital, munido de seus simpáticos chapéu e bengala, para conferir se está tudo caminhando bem. “Quando venho ao BOS, não deixo de andar pelo hospital e ver se tudo está no lugar e sendo feito corretamente. Uma coisa que nunca deixo de notar é o amor no rosto de todos que desempenham suas mais variadas funções, aqui, sejam médicos oftalmologistas, enfermeiros, gestores ou profissionais da manutenção. Os relatos dos pacientes também são sempre muito positivos e nos fazem acreditar que estamos no caminho certo”, fala.

Ao ser questionado sobre o futuro da profissão e da instituição, Dr. Márcio faz uma pausa e opina. “Três décadas atrás, nem em sonho, eu imaginava que chegaríamos onde hoje estamos. Se seguirmos da mesma maneira, não sou capaz de projetar onde estaremos, mas sei que, independentemente de onde estivermos, duas vertentes estarão sempre à frente, puxando o nosso desenvolvimento: o investimento em novas tecnologias, ao lado do mais importante: o amor e o carinho, que, juntos, compõem a qualidade com que, há décadas, conduzimos o Grupo BOS”, conclui Dr. Márcio Perez.

O BOS fica localizada na Praça Nabek Shiroma, 210, no Jardim Emília, em Sorocaba (SP). Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.bos.org.br ou pelo telefone: (15) 3212-7000.

Fonte: QNotícia

MATÉRIAS RELACIONADAS

Cultura recebe inscrição da sociedade civil para atuar na CDC

agita2019

Melhorias no funcionamento das farmácias de UBSs iniciam nesta semana

agita2019

Operação Dignidade faz nova ação para orientar pessoas em situação de rua

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: