Notícias

Dia da Cidadania levará orientações e serviços à população LGBT

Palestras e oficinas com informações sobre a emissão de documentos, cuidados e atendimentos de saúde, defesa pessoal e nas áreas Jurídica e de Psicologia. São algumas das atrações do Dia da Cidadania LGBT, previsto para o próximo dia 18, um sábado, das 13h às 18h, no Palácio da Cidadania. A programação é uma iniciativa da Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid), por meio da Coordenadoria LGBT, com apoio da Secretaria da Saúde (SES) e instituições da sociedade civil.

Uma reunião definiu os últimos detalhes da organização do evento na noite da última segunda-feira (6), também no Palácio da Cidadania. O encontro desenvolveu ainda uma roda de conversa, com participação do Conselho Municipal dos Direitos da População LGBT (CMDLGBT), para ouvir demandas da comunidade LGBT, ação que será feita periodicamente, com o objetivo de estimular a participação da sociedade civil no processo de elaboração, implantação e execução de políticas públicas voltadas aos LGBT.
Ao longo de todo o Dia da Cidadania LGBT, uma oficina trabalhará o tema “Criatividade e Acolhimento: Sexualidade LGBT”, sob a coordenação de estagiários do curso de Psicologia da Universidade Paulista (Unip). O Serviço de Assistência Municipal Especializada do Centro de Testagem e Aconselhamento (Same/CTA) vai realizar testes rápidos e distribuir kits de materiais informativos e de prevenção às IST/Aids. O público terá disponível a emissão de certidões para a retificação de nome social e uma oficina de defesa pessoal, com Anderson Carvalho.
Já a programação de palestras começará às 14h, com diferentes assuntos de hora em hora: “Direitos da Mulheres (cis, trans e lésbicas…) e Rede de Apoio”, com a presidente da comissão da Mulher Advogada da subseção de Sorocaba da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Helena Mascarenhas Ferraz; “Orientações sobre o processo de retificação e binariedade”, com representantes da Associação Transgêneros de Sorocaba (ATS), Thara Wells eAugusto Neves; e “A Saúde da População LGBT: cuidados e prevenção”, com a coordenadora do Same/CTA, Helena Solla.
Sorocaba é uma das poucas cidades brasileiras a contar com um conselho municipal voltado exclusivamente aos direitos da população LGBT. Instituído em 23 de agosto de 2018, a criação do CMDLGBT se deu por um projeto de lei de autoria do Poder Executivo.

Fonte: SECOM

MATÉRIAS RELACIONADAS

Curso MASP (Metodologia Análise e Solução de Problemas) é promovido pelo Ciesp Sorocaba

agita2019

Belas Artes – Campus Sorocaba-Votorantim abre inscrições para Vestibular

agita2019

Encontro em Sorocaba apresenta rede pública de apoio a idosos e pessoas com deficiência

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: