Notícias

Contribuintes devem ficar atentos às mudanças na declaração do Imposto de Renda

  • Entenda o que mudou no preenchimento dos dados neste ano, para não correr o risco de cair na malha fina da Receita Federal.

 Os contribuintes têm até o dia 30 de abril, às 23h59 do horário de Brasília, para entregar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

O advogado especialista em Direito Tributário Dr. Rodrigo Bley, do escritório Ogusuku & Bley Advogados, de Sorocaba (SP), destaca que a Receita Federal está cada vez mais exigente em relação à divulgação dos dados. “O objetivo é evitar fraudes e sonegações. Portanto, o contribuinte dever redobrar a atenção para evitar cair na malha fina e ter problemas com o Fisco”, orienta.

Malha fina é um termo contábil referente à identificação de incoerências presentes na declaração, funcionando como uma espécie de peneira para a fiscalização de pendências. “Mesmo pequenas discrepâncias entre a renda auferia comparada com as despesas e bens adquiridos podem levar o contribuinte a cair na malha fina”, enfatiza o advogado.

Para 2019, todas as pessoas que ganharam até R$ 28.559,70 no ano de 2018, não são obrigadas a fazer a declaração, ou seja, estão isentas do IRPF. Mas, ainda assim, é interessante providenciar o documento de isento, pois pode acontecer de o contribuinte ter alguma restituição para receber referente às despesas médicas, educacionais ou pensões alimentícias que teve no ano. “O contribuinte que ganha abaixo do teto nem sempre acha interessante fazer a declaração, mas ele pode ter direito a receber parte do imposto que pagou”, esclarece Dr. Rodrigo.  

Outras mudanças para 2019

Não é de hoje que a Receita Federal deseja colher cada vez mais informações dos contribuintes. No ano passado, já foram feitas mudanças no programa de declaração, com a inclusão de alguns campos. Em fase de teste, o preenchimento deles era facultativo em 2018, mas, agora, é obrigatório.  O advogado especialista reforça que é muito importante que o contribuinte preencha todos os campos da declaração. “É preciso ter o devido cuidado. A receita está ‘apertando o cerco’ contra divergências”, afirma Dr. Bley.

Dentre as modificações, uma das que mais chamam a atenção do contribuinte é que passa a ser obrigatório declarar o CPF dos dependentes, independentemente da idade deles. Antes, a obrigatoriedade era apenas para aqueles que tivessem acima dos 12 anos. Sendo assim, os contribuintes que necessitem incluir seus dependentes devem providenciar o documento de cada um deles.

Outra questão importante é informar a alíquota efetiva para o cálculo do imposto, que deve constar ao lado dos valores de impostos a pagar ou restituição a receber. Em relação aos bens, as informações complementares passaram a ser obrigatórias. É necessário, por exemplo, passar todos os dados referentes à aquisição de um imóvel, sua área e registro de inscrição em órgão público e cartório. No caso de veículos, é preciso informar o Registro Nacional de Veículo (Renavan).  E, por último, passa a ser obrigatório declarar o CNPJ da instituição financeira onde o contribuinte tem conta corrente e aplicações financeiras.

A declaração, portanto, está mais detalhada, exigindo critério e sendo mais suscetível a erros. “Por isso, caso o contribuinte tenha alguma dúvida, o ideal é que procure ajuda especializada. A economia, nesse caso, pode sair mais caro depois, caso tenha que acertar as contas com a Receita, pois, com certeza, ela irá cobrar”, enfatiza Dr. Bley.

Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.ogosukuebley.com.br. O escritório Ogusuku & Bley está localizado na Rua Francisco Neves, 90, Parque Campolim, em Sorocaba (SP). 

Fonte: QNotícia

MATÉRIAS RELACIONADAS

Mecânica Automotiva para Mulheres

agita2019

Love Week começa em 10 de junho (segunda)

agita2019

Programa ‘Em dia com o IPTU’ tem 11 novos vencedores

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: