Empreendedorismo Mercado de Trabalho

Conheça o BPO Financeiro serviço que gera vantagens às empresas

Terceirização do processo financeiro já é uma realidade em muitas empresas que buscam eficiência e redução de custos.

O setor financeiro é, para muitas empresas, principalmente as pequenas e médias em processo de estruturação, uma questão complicada de se equacionar pela falta de experiência na área. Para as grandes, por sua vez, manter um departamento financeiro ativo, com funcionários que necessitam de constantes treinamentos e atualizações, pode significar gastos adicionais que oneram o negócio.

Nos últimos anos, a contabilidade também vem se reestruturando, oferecendo muito mais que apenas atender o Fisco para o cliente. Atualmente, muitos processos contábeis foram digitalizados, permitindo que o contador tenha mais autonomia para poder se aproximar e aprofundar na gestão empresarial. É assim que surgiu e tem sido a chamada Contabilidade 2.0, segundo explica Fernando Alteia, diretor executivo do escritório Alteia Contabilidade e Gestão Empresarial. “Muitas vezes, o empresário não tinha um preparo de gestão e precisava contar com uma consultoria externa e a dependência de mais um profissional dentro da empresa. Hoje, isso já foi resolvido com o próprio escritório de contabilidade, que agregou a gestão empresarial em seu serviço”.         

Dentre as ferramentas de gestão disponíveis na contabilidade atual, está o BPO Financeiro, sigla para Business Process Outsourcing. Na prática, significa terceirização do processo de negócio, englobando o setor financeiro. O conceito tem conquistado espaço desde nas pequenas até as grandes corporações, que enxergam na terceirização uma “dor de cabeça a menos”.  “Ao invés de ter ali alguém cuidando do fluxo de caixa, pagamentos, vencimentos, recebimentos, emissão de nota, emissão de boletos para clientes, enfim, toda essa área que demanda um ou dois funcionários, dependendo do porte da empresa, isso pode ser feito de forma terceirizada, com o escritório profissional, seguindo o compliance da própria contabilidade”, afirma Alteia.

Sim, porque, basicamente, as atividades desenvolvidas pelo BPO são as mesmas realizadas pela área financeira, como: contas a pagar e a receber; fluxo de caixa e faturamento, mas com a atribuição extra de apoiar também nas tomadas estratégicas de decisão. “A ideia é que o empresário foque diretamente no seu negócio, isto é, na sua atividade-fim. Então, a empresa fica direcionada para o que é realmente importante, o que sabe desenvolver e, nem sempre, isso engloba a gestão das finanças”, esclarece o especialista.  

Diante da decisão de contratar um serviço de BPO Financeiro, outro aspecto importante que deve ser levado em consideração é a vantagem econômica. Com a terceirização, é possível ainda reduzir custos, ao eliminar gastos com folha de pagamento de funcionários, dentre outros relacionados. “O maior diferencial, neste caso, é que o empresário, por questões financeiras, não consegue contratar alguém com conhecimento suficiente na área financeira. Então, acaba admitindo um auxiliar ou assistente, o que deixa muito a desejar em termos de resultados. Já, no BPO Financeiro, o escritório oferece um acompanhamento de consultoria. Ou seja, não ocorre apenas a função prática, mas uma resposta efetiva e eficiente sobre o que fazer diante dessas informações”, completa. 

O escritório Alteia Contabilidade e Gestão Empresarial está localizado na Avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, 3.200, sala 812, 8º andar, no Além Ponte, em Sorocaba (SP) e na Avenida Paulista, 726, 17º andar, na Bela Vista, em São Paulo (SP). Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.alteia.com.br.

Fonte: QNotícia

MATÉRIAS RELACIONADAS

Parceria Social de Empregos

Agita ih

Anhanguera promove Feira de Empregabilidade na próxima segunda-feira, em Votorantim

agita2019

Maternidade impulsiona empreendedorismo feminino

Agita ih

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: