Empreendedorismo Mercado de Trabalho

4 motivos para realizar um curso de idioma em outro país

Modelo é ideal para quem busca se reinventar pessoal ou profissionalmente

Dominar um segundo idioma agrega muito à vida de qualquer pessoa, mas essa experiência pode ser ainda melhor quando realizada no exterior. De acordo com a pesquisa Selo Belta, curso de idioma foi a modalidade de intercâmbio mais vendida em 2019. Para Fabiana Fernandes, gerente geral de produtos da CI Intercâmbio e Viagem, o dado mostra que uma experiência internacional é a opção ideal para quem procura expandir seus horizontes e se reinventar no campo pessoal ou profissional.

Confira abaixo os principais benefícios que esse tipo de programa oferece.

Experiência pessoal

Estudo realizado pela Rice University em conjunto com a Universidade de Columbia e a Universidade da Carolina do Norte, mostra que a vivência no exterior aumenta o conceito de “autoclareza”, que, por sua vez, aumenta satisfação pessoal, diminui stress e melhora desempenho no trabalho. “O intercambista ganha uma bagagem cultural muito grande e volta da viagem com uma nova maneira de enxergar o mundo, maior capacidade de resolver problemas e se adaptar a diferentes cenários”, aponta a especialista.

Imersão em novo idioma

De acordo com dados da CI, a maior parte das pessoas ainda foca no aprendizado ou aprimoramento de um segundo idioma. Fabiana explica que a vivência do cotidiano de um outro país é fundamental para fluência na língua escolhida e absorção de vocabulário. Há, ainda, a possibilidade de combinar o curso com uma atividade cotidiana, como degustação de vinhos ou aulas de fotografia.

Up no currículo

Encarar o intercâmbio como investimento na carreira também é uma tendência entre os viajantes – segundo pesquisa da Belta, 39,8% das pessoas viajaram para melhorar o currículo. “Nos últimos anos, percebemos que uma experiência internacional se tornou quase pré-requisito para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo”, conta Fabiana.

Networking

Você vai ter a possibilidade de conhecer pessoas de sua faixa etária que já estão no mercado de trabalho ou são empreendedoras, trocar experiências e criar uma excelente rede de relacionamento com profissionais qualificados e que pode render frutos no futuro.

“As possibilidades são inúmeras para quem busca esse tipo de programa. Independente do modelo escolhido, a certeza é que os viajantes adquirem características que os acompanharão pelo resto da vida”, conclui a especialista.

Sobre a CI

Líder no segmento de intercâmbio e turismo jovem no país, a CI Intercâmbio e Viagem possui 30 anos de história. Nesse período, a empresa, que também é uma das maiores do mundo, já embarcou mais de 500 mil pessoas, inaugurou 130 unidades ao redor do Brasil e quatro unidades fora do país (Austrália, Irlanda, Nova Zelândia e Canadá). A CI oferece experiências internacionais de estudo, trabalho ou turismo para público jovem e adulto, principalmente entre 13 e 35 anos. A fim de entregar uma solução completa e segura para o cliente, a companhia possui outras unidades de negócios que fazem parte do grupo – a Amaze, empresa especializada em viagens pedagógicas e a CI Seguros.

Fonte: Dezoito Com

MATÉRIAS RELACIONADAS

Número de microempreendedores individuais no país cresce 22% em junho

agita2019

Criador do Xtech Commerce palestra no Demoday, evento do Parque Tecnológico

agita2019

Parceria Social de Empregos

Agita ih

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: