free web hit counter
Estilo de Vida Meu Pet

Site vem mudando a forma como as pessoas procuram animais de estimação

O Amigo Não se Compra já ajudou na adoção de mais de 7 mil cães e gatos, e agora pretende mudar a cultura sobre adoção no Brasil.

É difícil acessar o site do Amigo Não se Compra sem se encantar com as fotos dos mais de 15 mil cães e gatos cadastrados para adoção. São bichos do Brasil inteiro que foram resgatados da rua e que agora esperam um lar para chamar de seu.

A ideia começou com o casal de publicitários Natalia Kelbert e Amure Pinho, Ao conhecer alguns abrigos eles perceberam que o número de animais abandonados é bem maior que o de adotados. A conta não fecha, e o resultado são milhares de cães e gatos que nunca vão ter uma família. Depois disso, não precisaram pesquisar muito para constatar que a criação de animais para venda só piora esse cenário. 

Assim, surgiu a vontade de dar visibilidade aos animais abandonados e mostrar às pessoas que Amigo Não se Compra. 

O poder da multidão

Desde o início, o projeto foi uma construção coletiva. A ideia foi lançada em 2012, no site de crowdfunding Catarse e recebeu o apoio de mais de 120 pessoas. Dois meses depois, o valor necessário para pagar o desenvolvimento do site – cerca de 10 mil reais – foi conquistado com a ajuda de familiares, amigos e pessoas completamente desconhecidas que se identificaram com a causa.

Desde que o site foi ao ar, ele foi movido pela ajuda de voluntários apaixonados por animais que dedicam parte do seu tempo livre para manter tudo funcionando e ajudar na divulgação dos bichos. 

Hoje, 7 anos depois, mais de 7 mil dos animais cadastrados já foram adotados, e o número só aumenta. Só no último mês, quase 200 animais ganharam novos lares.

“Estamos conseguindo criar uma cultura de empatia pelos animais, mostrando que não faz sentido comprá-los como se fossem objetos” conta Natalia. Além do site, há também o blog que dá dicas de cuidados com os pets, com o intuito de reduzir o abandono. Para completar, o site informal virou uma ONG registrada e já começou a fazer parcerias com empresas. 

Como funciona

É bem simples: ONGs ou protetores publicam os animais contando detalhes sobre suas características e personalidade. Ao mesmo tempo, pessoas que estão interessadas em ter um novo bichinho podem entrar no site e procurar um que tenha a ver com o perfil dele. Quando acharem aquele especial, elas clicam em “quero adotar” e pronto,  é só combinar como buscar o mais novo membro da família.

Então, quem estiver em busca de um pet, pode acessar www.amigonaosecompra.com.br e escolher seu mais novo amigo.

Como ajudar

Quem participar desse movimento por um mundo com mais amizade entre humanos, cachorros e gatos, pode ajudar divulgando os animais para adoção, atuando como voluntário ou apoiando financeiramente através do Clube do Amigo. É possível saber mais detalhes aqui.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Como identificar e tratar a perda auditiva na infância?

agita2019

Peeling do Mar Morto: procedimento revolucionário rejuvenesce a pele sem uso de química

agita2019

Renan Batista Silva mostra primeiro arranha-céu de madeira do mundo

Agita ih

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: