free web hit counter
Comportamento Estilo de Vida

Projeto patrocinado pela Linc conscientiza sobre suicídio

As produções audiovisuais são exibidas durante palestras do Centro de Valorização da Vida (CVV)

A conscientização dos jovens sobre a importância de dar voz a seus sentimentos, além de atentar para o reconhecimento dos sintomas que podem colocar uma pessoa no grupo de nível do suicídio, são o foco do projeto “Ouvidos Calados”. Contemplado com o financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Sorocaba (Linc), em 2016, o trabalho deu origem a um documentário e a um curta-metragem que abordam com muita seriedade as questões que pautam a juventude contemporânea.

Em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), as produções já foram levadas a diversas instituições e, agora, contam com uma campanha de financiamento coletivo para exibição em todas as regiões do país.

Com depoimentos de pessoas e histórias sobre o tema, o documentário “Ouvidos Calados” mostra a importância de se buscar apoio. Já o curta-metragem de ficção “Revés de um parto”, apresenta a dor de uma mãe momentos antes do enterro do filho suicida. O diretor do projeto, Mauro Bapstella, explica que o contato com o CVV foi fundamental para obter informações que colaboraram com as produções. “O assunto é complexo e requer atenção para se comunicar com responsabilidade, ação que o CVV faz muito bem”, afirma Bapstella.

O CVV é uma associação civil filantrópica, sem fins lucrativos, que presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar. Os atendimentos são realizados sob total sigilo e anonimato, pelo telefone 188 (24 horas e sem custo de ligação), pessoalmente nos 110 postos de atendimento distribuídos pelo Brasil, ou pelo site www.cvv.org.br, por chat e e-mail.

Premiado como melhor filme e melhor música no Festival de Cinema de Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul, as exibições de “Ouvidos Calados” começaram nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPSs), e já foram levadas para instituições como o Instituto Sedes SapientiaeFundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba (Fundec) e Universidade de Sorocaba (Uniso). O documentário e curta-metragem estão disponíveis em DVD na Biblioteca Municipal de Sorocaba “Jorge Guilherme Senger”, acessíveis ao público. Mais informações sobre o projeto estão disponíveis em https://www.facebook.com/ouvidoscalados/.

Setembro Amarelo

A campanha nacional de conscientização sobre a prevenção do suicídio, “Setembro Amarelo”, associa a cor ao mês do Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).

Durante todo o mês, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) têm intensificado ações para combater o suicídio. A UBS Laranjeiras, por exemplo, preparou um painel com um convite intitulado ‘Descubra quem é a pessoa mais importante de sua vida’, com a intenção de provocar nos usuários um olhar mais atento para si.

Em Sorocaba, a população pode buscar os serviços de saúde mental nas UBSs e CAPSs. O atendimento para a prevenção do suicídio acontece nos oito CAPSs que, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), possuem a missão de oferecer assistência às pessoas que apresentam transtornos mentais.

Fonte: SECOM

MATÉRIAS RELACIONADAS

Investimentos que rendem uma viagem de férias

agita2019

Hospital Evangélico de Sorocaba oferece atendimento especializado em Neurologia 24 horas

agita2019

Estudo inédito sobre Mães Brasileiras

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: