Estilo de Vida Moda e Beleza

COTTON PROJECT | CONTRA – SPFW n47

Na história de todo esporte ou movimento social existe sempre um momento mágico, uma era dourada, que acontece nos primeiros anos de sua existência. O que define este momento não é a busca por enriquecimento financeiro ou status social, pelo contrário, ele é geralmente impulsionado por um grupo de jovens que vivem na beira da sociedade, questionando moralidades e se aventurando no desconhecido. Este ideal contestador, definido como contracultura, é o espírito por trás do surgimento do surf e escalada em rocha, que nos anos 50, questionaram uma sociedade conservadora e consumista em busca de um estilo de vida libertário e hedonista.

Na coleção CONTRA, a Cotton Project explora a era dourada da escalada em rocha, mostrando como contraculturas das décadas de 50 e 60 influenciaram não só o surf e outros movimentos sociais, mas também incentivaram milhares de jovens a largarem o conforto das suas vidas urbanas para explorarem as montanhas.

Colabs Cotton Project

Converse X Cotton Project

Nos anos 50, a escalada em rocha era um esporte à margem da sociedade. A falta de equipamentos específicos ou técnicas  estabelecidas tornavam a prática extremamente experimental. Os escaladores da época encontraram no Chuck Taylor All Star, um tênis versátil e com silhueta enxuta, uma ótima opção para explorar as rochas em suas primeiras tentativas de se chegar ao cume.

Com mais de 100 anos de história e conhecido em todo o mundo o clássico Chuck Taylor All Star é um dos modelos mais emblemáticos da Converse. Nascido nas quadras de basquete, o icônico Chuck Taylor ganhou espaço nas ruas, acompanhou gerações e movimentos diversos. Hoje, está presente em todos os momentos e lugares, compondo looks ousados e fazendo parte da cena jovem entre os mais diferentes estilos.

Vicunha x Cotton Project

A inspiração para as calças da coleção Contra vieram das calças militares do exército americano. A funcionalidade dessas peças e sua versatilidade era uma ótima opção para os escaladores que não possuíam um equipamento específico no início do esporte. Para atingir as cores desejadas com o efeito vintage, a Cotton Project utilizou o tecido NEW HAITI tingido em cores próprias e estonados. Também foi utilizado o denim Zat para as calças jeans, sua construção com apenas 1% de elastano garante a elasticidade sem prejudicar a estética nas lavagens.

Sprint Têxtil x Cotton Project

Dando continuidade a parceria de estamparia digital, Cotton Project e Sprint Têxtil se unem novamente para apresentar 3 estampas exclusivas. As duas estampas da coleção masculina têm inspiração nos anos de ouro da escalada, o paisley e Jack Kerouac, escritor da era beat que inspirou os jovens a explorar modos de vida alternativos aos estabelecidos pela sociedade. Já para o feminino, a estampa foi desenhada manualmente pela Cotton Project, trata-se de uma técnica de impressão chamada cianótipo. Graças a tecnologia da Sprint Têxtil, as estampas tiveram um ótimo resultado entre a concepção e o resultado final.

www.cottonproject.com.br

@cottonproject

Fonte:
MktMix Assessoria de Comunicação

MATÉRIAS RELACIONADAS

Havaianas mergulha no universo secreto dos brinquedos com “Toy Story 4”

agita2019

Casamento – como planejar financeiramente a vida a dois

agita2019

SÍNDROME DE BURNOUT: Saiba identificar os sinais do esgotamento mental no trabalho

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: