Corpo e Saúde Estilo de Vida

Acne da mulher adulta: entenda a doença de pele que tanto incomoda

Tratamento precoce dos cravos e espinhas previnem manchas e cicatrizes; Especialista do Hospital Evangélico de Sorocaba orienta sobre os cuidados diários.

Acne da mulher adulta. Você já ouviu falar sobre isso? Quando falamos sobre acne, normalmente a primeira imagem que nos vem à mente é a do rosto de um adolescente. Contudo, ao contrário do que muitos pensam, essa doença não é exclusiva dos jovens. Ela pode afetar também os adultos, em especial, as mulheres a partir dos 25 anos.

Decorrente de um processo inflamatório, a acne é uma doença da pele que ocorre quando as glândulas secretoras de óleo (glândulas sebáceas) que lubrificam a nossa pele inflamam. Quando essas glândulas passam a produzir gordura acima da quantidade normal, bactérias da espécie “Propionibacterium acnes” são atraídas e passam a alimentar-se delas, ocasionando a inflamação. É aí que começam a surgir os cravos e espinhas.

A piora da saúde da pele feminina vem sendo impulsionada por alguns fatores, como: tabagismo, má alimentação, sedentarismo, dentre outros. Segundo a dermatologista que atende no Hospital Evangélico de Sorocaba (HES), Dra. Maria Laura Malzoni, a acne começa o seu ciclo com o aumento da oleosidade da pele, formação dos cravos, inflamação desses cravos (que formam as espinhas) e, muitas vezes, essas inflamações geram cicatrizes. “A nossa preocupação é exatamente tratar precocemente essa pele, controlando as inflamações e evitando, assim, as marcas que elas deixam e que tanto incomodam jovens e adultos”, fala.

No caso da mulher adulta, o surgimento da acne também pode estar relacionado, de acordo com a dermatologista, ao uso de certas medicações, como anticoncepcionais, antidepressivos e o DIU hormonal, além do estresse emocional e da insônia. “O estresse e a falta de sono, por exemplo, provocam uma desordem hormonal em nosso organismo, o que acaba aumentando o cortisol e a produção das glândulas sebáceas, gerando as indesejadas acnes”, explica.

O tratamento da acne considerada branda, ou seja, na pessoa que apresenta alguns cravinhos e pele oleosa, inclui o uso de produtos tópicos, a exemplo de sabonetes, gel seborreguraladores e filtro solar do tipo “toque seco” e oil free. Já,nos casos mais críticos, com alto grau de inflamação, a associação da medicação oral, como antibióticos e a isotretinoína (um tipo de retinóide), é indicada.

Para combater o problema e manter a pele livre das acnes, prevenindo manchas e cicatrizes decorrentes, Dra. Maria Laura orienta a adotar o seguinte cuidado diário recomendado pela Associação Brasileira de Dermatologia:

·         Higiene

A higiene da pele é de extrema importância para mantê-la limpa dos poluentes, assim como para a remoção de agentes infectantes que possam se acumular no dia a dia. É indicada a limpeza da pele do rosto duas vezes ao dia, de manhã e à noite. Prefira um sabonete adequado para o seu tipo de pele. Os tônicos também ajudam a remover os traços de óleo, sujeira e maquiagem deixados pelo sabonete. Se preferir, pode igualmente usá-lo para retirar a maquiagem.

·         Hidratação

Uma boa hidratação auxilia na manutenção do viço e da beleza da pele, além de manter a integridade da camada de proteção cutânea e evitar problemas, como descamação, ressecamento, envelhecimento precoce, irritações e infecções. Assim, diariamente, é preciso usar hidratantes adequados para cada tipo de pele e específicos para o rosto e o corpo. Uma boa hidratação deve ser feita também de dentro para fora. Por isto, além do uso de produtos específicos, recomenda-se a ingestão diária de, no mínimo, dois litros de água.

·         Proteção solar

A exposição à radiação ultravioleta (UV) tem efeito cumulativo e os raios solares penetram profundamente na pele, podendo provocar diversas alterações, como o surgimento de pintas, sardas, manchas, rugas e outros problemas. A exposição solar em excesso também pode causar tumores benignos (não cancerosos) ou malignos. Ao sair ao ar livre, você deve procurar ficar na sombra, principalmente no horário entre as 10 e 16 horas, quando a radiação UVB é mais intensa. Usar sempre protetor solar com fator de proteção solar (FPS) 30 ou maior. Cobrir as áreas expostas com roupas apropriadas, como uma camisa de manga comprida, calças e um chapéu de abas largas. Óculos escuros também complementam as estratégias de proteção.

A dermatologista ressalta que as consultas médicas ao especialista são indispensáveis para a manutenção dos cuidados individualizados e a prevenção de doenças. “Esses são os cuidados básicos diários recomendados pela Associação Brasileira de Dermatologia, mas, nos casos específicos, quando o paciente possui muita acne ou algum tipo de dermatite ou outra complicação, é necessária a avaliação de um dermatologista, que indicará o tratamento adequado para o tipo de problema”, finaliza.

O Ambulatório do Hospital Evangélico está localizado na Rua Imperatriz Leopoldina, nº 60, enquanto o Pronto Atendimento fica localizado no nº 136 da mesma rua, no bairro Vila Jardini, em Sorocaba/SP. Agendamentos de consultas e exames podem ser realizados pelo telefone: (15) 2101-6600 ou WhatsApp: (15) 98132-0643. Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.hospitalevangelico.org.br.   

Fonte: QNotícia

MATÉRIAS RELACIONADAS

Nova técnica cirúrgica disponível no BOS pode eliminar necessidade do uso de colírios em pessoas com glaucoma

agita2019

INSTITUTO DE ONCOLOGIA DE SOROCABA TERÁ AMPLO E MODERNO ESPAÇO DE ATENDIMENTO

agita2019

Mutirão de Castração na região do Éden vai atender 450 animais até quinta-feira

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: