Entretenimento Literatura

Mãe: um tratado de amor

Ser mãe e carregar por toda a vida um amor maior que o próprio coração

Bom dia. Tudo bem?

Qual a força que o amor de uma mãe pode exercer na vida de um filho? Como o afeto da infância pode determinar a inteligência emocional na vida adulta? Um estudo científico realizado na Duke University e publicado em 2010, avaliou 482 moradores dos Estados Unidos na infância e, depois, aos 38 anos e foi capaz de responder a essas perguntas.

Os resultados mostraram que a construção do elo afetivo com a mãe contribui não só para diminuir a irritabilidade como para auxiliá-la a desenvolver habilidades para lidar com as pressões da vida adulta. Os pesquisadores observaram que as crianças cujas mães foram mais ternas eram as que apresentavam menores indícios de ansiedade e perturbações gerais.

A verdade é que o carinho ampara, cria e deixa raízes!

Em “Cartas à Mãe”o leitor conhecerá o lado afetuoso e devotado do autor de “O Pequeno Príncipe”. Sem os filtros da ficção é possível experimentar de forma mais tangível, a sensibilidade e agudeza da visão de mundo de Antoine Saint-Exupéry. Após seu desaparecimento em uma queda de avião ao ser alvejado no deserto da Tunísia, a mãe do autor resolveu publicar as cartas que ele lhe escreveu entre seus 10 e 44 anos.

Os carinhosos textos enviados pelo autor estão compilados na obra Cartas à Mãe, publicada pelo selo Via Leitura, do Grupo Editorial Edipro. As mensagens continham os assuntos mais diversificados, como as guerras das quais o autor esteve, as leituras que fazia e os locais que visitou como aviador. Por meio das cartas, é possível conhecer um dos mais íntimos momentos de Antoine, suas alegrias, inseguranças, medos e saudades.

“Tenho sonhado muito com você e me lembro de um monte de coisas de quando era criança. Isso me entristece o coração por muitas vezes por tê-la decepcionado.

Eu acho você tão preciosa, se você soubesse, mamãe, é a mais sutil de todas as “mamães” que eu conheço. E você merece tanto ser feliz e também não ter um meninão confuso que reclama e se irrita todo o dia. Não é verdade, mamãe? Gostaria de lhe dedicar toda a minha noite, e escrever-lhe por muito, muito, tempo.”

O livro é considerado um verdadeiro tratado do amor de um filho e transborda o grande afeto que sentia por sua protetora. Não é apenas um clássico, mas também uma peça comovente que eterniza o amor e o vínculo entre mãe e filho, e também uma obra que deve estar nas prateleiras das mamães.



Ficha técnica:
Editora:
 Via Leitura
Assunto: Literatura/Cartas
Preço: R$ 27,90
ISBN: 9788567097404
Edição: 1ª edição, 2017
Idioma: Português
Tradução: Narceli Piucco
Altura: 21
Largura: 14
Número de páginas: 160

Fonte: LC Agência de Comunicação

MATÉRIAS RELACIONADAS

EM Ernesto Martins realiza ‘Dia de leitura na escola’ com a comunidade local

agita2019

Aprenda a preparar três pratos para tornar o Dia das Mães ainda mais especial

agita2019

QUAIS OS MELHORES LIVROS PARA CRIANÇAS COM AUTISMO?

Agita ih

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: