Entretenimento Literatura

Dica de leitura – Prosopopeias do Absurdo


Autor: George Ayres

GÊNERO: Contos  (Selo Castiçal) 
ISBN:978-85-5833-242-2  | ANO: 2017
FORMATO: 14X21
PÁGINAS:  104 | Pólen Bold 90gr

Sinopse: Na caminhada em busca do ser o verbo funde-se às andanças da vida na perseguição de sua completude já fragmentada pelas várias identidades e situações que interferem na solidez da essência humana. Com um ritmo filosófico sustentado pela digitação de palavras numa prosa poética George Ayres levanta suas dúvidas ao alcance da escrita para assim, cogitar o significado do ser em um espaço tempo vivenciado por um espírito narrador fragmentado frente as inseguranças humanas. É necessário respirar as palavras no mesmo fluxo de descarregamento com o qual elas foram escritas, ferozmente em parágrafos completos numa cadência de lógica que exige do leitor um mergulho atento a filosofia proposta por George Ayres. Com seu conto de abertura “Retorno” o prosador-poeta desenvolve amplamente suas indagações à cerca da caminhada humana com uma mistura de gêneros poéticos-filosóficos, “quando um sonho foge da perspectiva da sina imposta, ele vaga lentamente no espaço onde as raízes são as copas das árvores inundadas de interrogações que adubam o alimento dos passos”. George Ayres escreve sua obra direcionando-se sobre a filosofia da caminhada, tão necessária ao homem como itinerário que lhe permite alcançar os seus objetivos ainda que os mesmos lhes escapem; no percurso estão “as raízes das árvores inundadas de interrogações”, porque é justamente nesta imprevisibilidade das questões fundamentais humanas que reside o alimento para a procura da realização.

Fonte: https://www.editorapenalux.com.br/catalogo-titulo/prosopopeias-do-absurdo

MATÉRIAS RELACIONADAS

Raridade dos quadrinhos internacionais: Príncipe Valente chega em coleção majestosa

agita2019

Youtubers mirins lançam livro no Pátio Cianê Shopping

agita2019

O LIVRO CERTO PARA CADA MÃE

Agita ih

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: