Cultura e Lazer Entretenimento

Dia Mundial da Dança: conheça a modalidade que une dança e acrobacias aéreas de circo

Conheça a modalidade que une dança e acrobacias aéreas de circo 

Atividade trabalha corpo e mente de forma lúdica e divertida; Modalidade tonifica a musculatura e queima até 500 calorias

Que tal conhecer uma atividade física que combina passos de dança e acrobacias aéreas do circo? Essa é a proposta do Ballet Fly, método desenvolvido pela educadora física e bailarina Letícia Marchetto, que combina as duas técnicas de forma lúdica e divertida.

O Ballet Fly é uma ótima opção para quem quer cuidar do corpo e da mente de um jeito diferente, pois melhora o bem-estar, a resistência física e o tônus muscular, aumenta a massa magra e promove benefícios que vão para além da sala de aula.

A modalidade ainda proporciona o aumento da consciência corporal e da coordenação motora; melhora da postura, por conter exercícios de alinhamento; trabalha o alongamento; queima entre 300 e 500 calorias e ajuda na redução de medidas; proporciona condicionamento cardiovascular; libera endorfina, promovendo a sensação de bem estar durante e após a aula; desenvolve a criatividade, diminui a ansiedade, tensões e o stress; e melhora do sistema Vestibular: giros, saltos e instabilidade, deixam seu organismo mais rápido na adaptação.

Além do trabalho aeróbico, também é possível substituir a musculação pelo Ballet Fly, se o objetivo não for a hipertrofia. Apesar de aumentar o tônus muscular e definir a musculatura de braços e pernas, não ocorre o aumento de volume dos braços, que é uma grande preocupação dos praticantes. A preocupação com as linhas do movimento faz com que o praticante estimule, além da contração concêntrica, também a contração excêntrica. Em outras palavras, no Ballet Fly não se trabalha com o encurtamento dos músculos e eles fazem muita força mesmo quando estão alongados. Essa elasticidade, combinada ao alinhamento da técnica, reduz riscos de lesões.

Por haver essa junção das modalidades, o Ballet Fly é considerado uma atividade completa. Na dança, se usa a força das pernas e dos pés para movimentos ágeis e precisos, assim como nas acrobacias aéreas que é preciso usar os braços, abdômen e costas. E não para por aí! Em ambos, a expressão corporal, o alinhamento, a coordenação motora, a consciência e controle do movimento são desenvolvidos pelos praticantes.

Outra vantagem da modalidade é que não precisa ter feito circo ou algum tipo de dança para praticar o Ballet Fly. “Nele, o aluno aprende os movimentos etapa por etapa e por isso pessoas que nunca dançaram e mesmo quem não pratica atividades físicas pode fazer e evoluir com segurança”, orienta.

Criação do Ballet Fly

Foi em 2014, nas aulas de Barra de Ballet, que Letícia se deu conta de que precisava buscar algo que fosse ainda mais artístico para integrar movimentos. “Pesquisando os tecidos do circo, percebi que eram técnicas complementares e que havia muitas semelhanças”, conta a criadora. O Ballet Fly é resultado dessa junção, na qual as acrobacias potencializam essa conexão com a expressividade que a dança já tem. Os tecidos coloridos, o tempo do movimento, o uso do espaço, tudo se transforma em gesto expressivo.

SERVIÇO

Ballet Fly
Site oficial: http://letspilates.com/balletfly
Contato: contato@letspilates.com
Telefone: 11 3571-2222

Fonte: Mondoni Press

MATÉRIAS RELACIONADAS

Orquestra e musicalidade marcam o encerramento da ‘Férias na Bica’

agita2019

Prazo para inscrição para agendamento do TMTV se encerra sexta-feira

Agita ih

TAMANHO DO SANDUÍCHE DO BURGER KING® DEIXA O PESSOAL DE BOCA ABERTA. LITERALMENTE

agita2019

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: