Entretenimento Gastronomia

As delícias do mês de junho

Por Chef Bianca Folla 

Junho chegou e com ele as maravilhosas e deliciosas Festas Juninas. Não importa em qual região do Brasil você mora, a fartura das mesas é tradição em todo canto. 

E se você quer saber um pouco mais sobre as comidas típicas desta época do ano, não deixe de conferir este artigo e já começar a preparar a fogueira. 

Origem das Festas Juninas 

No Brasil, desde o século XVII, no mês de junho, comemoram-se as chamadas ?Festas Juninas?, onde se comemoram os santos católicos São João, Santo Antônio e São Pedro. 
Essas festas, têm origem nos rituais dos antigos povos germânicos e romanos que prestavam homenagem aos deuses para garantir boas plantações, boas colheitas, fertilidade, etc. Elas aconteciam no início do verão do hemisfério norte, ou seja, no mê de junho. 
Nas festas eram acesas fogueiras e balões, havia dança e música. Durante a Idade Média, com a expansão do cristianismo, essas festividades passaram a ser assimiladas pela Igreja Católica, substituindo os deuses pagãos pelos santos. 
Com a colonização do Brasil pelos portugueses, as Festas Juninas que eram muito fortes na Península Ibérica, ganharam força e se adaptaram aos hábitos locais e hoje são uma mescla das culturas africana, indígena e europeia. Assim, as comidas típicas (como a pamonha), as danças, o uso de instrumentos musicais (como a viola caipira e a sanfona) nas festas, reflete milênios de tradições diversas que se fundiram. 

As comidas típicas das Festas Juninas 

Milho 

Em Portugal, a tradição celebra a colheita do trigo que ocorre entre os meses de junho a setembro. Porém, como o Brasil não era um grande produtor de trigo, até algum tempo atrás, as festas começaram a ser celebradas com o milho. 
E assim, o milho serve de base para quase todos os alimentos consumidos nas Festas Juninas. Além do milho cozido, você encontra a canjica, pipoca, curau, bolo de milho e bolo de fubá. 
Existem ainda alguns pratos feitos com milhos que podem variar conforme a região. A pamonha é mais comum nas festas dos estados de Goiás e Minas Gerais. A polenta é tradicional entre os gaúchos. Já no nordeste, é comum que se use o milho para fazer o cuscuz, que pode ser consumido com carne-seca ou ovo cozido. 

Amendoim 

Doce ou salgado, o amendoim torrado também é muito apreciado nas Festas Juninas. Porém, ele também pode servir de ingrediente para algumas delícias como a paçoca doce, feita com farinha de mandioca e açúcar. 
Outra delícia tradicional feita com o ingrediente é o pé de moleque. Para se fazer o doce, o amendoim, inteiro ou moído, é mergulhado em melado de rapadura. 

Bolos 

Além do bolo de milho e do bolo de fubá, o bolo de mandioca (macaxeira ou aipim), é uma das grandes tradições das Festas Juninas. 
Também é comum encontramos bolo de chocolate nas Festas Juninas, como por exemplo, o bolo nega maluca. Esse bolo cremoso é feito com muito chocolate na massa e coberto com muita calda de chocolate e granulado. 
E temos ainda o bolo de coco, também muito comum nas Festas Juninas em diversas regiões do Brasil. 

Quentão 

O quentão é a bebida típica dessas festas. Se tem Festa Junina, tem que ter quentão, principalmente nas regiões frias do sul e sudeste. 
A bebida, como o próprio nome já adianta, é servida bem quente e é feita com gengibre, canela, pinga ou vinho. Depois de um bom copo de quentão é impossível não se animar e sair dançando quadrilha. 

Outras delícias 

Mas não pense que o cardápio de comidinhas deliciosas acaba aqui. Outros pratos típicos podem ser encontrados nas Festas Juninas. A lista é extensa, e vai variar de lugar para lugar, mas podemos destacar: 

-A maçã do amor, que nada mais é do que a fruta mergulhada em calda de açúcar faz sucesso entre os casais durante as festas; 
-O cachorro-quente, pão cortado ao meio e recheado com molho de tomate e salsicha, também marca forte presença nas festas de junho; 
-A batata-doce, assada na fogueira, é destaque em alguns lugares; 
-Pinhão cozido, nas regiões serranas do sul e sudeste, é uma iguaria que pode ser apreciada sozinha ou como ingrediente de alguns pratos; 
-Arroz-doce, uma maravilha muito comum nas festas em Minas Gerais. 

Só coisa gostosa, não? Pois bem, vá se preparando que as festas estão só começando! 

Fonte: A Chefe em Casa

MATÉRIAS RELACIONADAS

Sesc Sorocaba promove vivência em Grafite e Street Art

agita2019

Oficina de teatro com Os Geraldos segue com inscrição aberta em Salto

agita2019

Prazo para inscrição para agendamento do TMTV se encerra sexta-feira

Agita ih

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: